Baitcast vs Spincast vs Spinning – Noções básicas de carretilhas de pesca

Como os peixes eram capturados antes dos molinetes? As pessoas usavam redes e postes. No entanto, esses métodos eram ineficientes e a linha muitas vezes quebrava devido à falta de controle sobre os peixes. As bobinas giratórias resolveram esse problema, permitindo um lançamento fácil, mais controle sobre o peixe durante uma batalha e uma maneira mais fácil de recuperar a linha sem ter que pegá-la no chão ou na água.

O primeiro molinete foi criado em 1938 pela empresa japonesa Daiwa Seiko Co., Ltd.. O primeiro molinete foi introduzido em 1956 pela Shakespeare Fishing Tackle Company. O primeiro carretel de arremesso foi declarado legal (para uso) em 1958 por George Snyder Jr. (também conhecido como “Butch”).

 

Spinning vs Pesca Baitcast

Os molinetes ainda são amplamente utilizados hoje, mas os baitcasters estão rapidamente ganhando popularidade. Hoje, as bobinas são categorizadas principalmente por fiação e arremesso, mas também há uma terceira categoria conhecida como arremesso giratório.

Baitcasting tem várias vantagens sobre spin-casting e spin casting. Primeiro, você não precisa se preocupar com a linha que sai acidentalmente do carretel enquanto estiver enrolando sua captura. Em segundo lugar, se estiver pescando de um barco ou píer, não há risco de a linha se enrolar no cais ou empilhar para causar problemas, pois você pode remover facilmente o excesso de linha sem precisar tocá-lo, graças a um sistema de freio automático embutido na maioria dos baitcasters. Por último, mas não menos importante, os rodízios de isca permitem que os pescadores lancem mais longe do que os molinetes e os molinetes, puxando o molinete para trás para diminuir a relação de transmissão.

SpinCast ou carretel giratório

Contudo, bobinas de lançamento de iscas não são isentos de falhas. Para usar um, você deve manter o polegar em um botão conhecido como 'liberação de linha' (encontrado sob a alça) enquanto enrola para evitar que a linha saia acidentalmente do carretel. Esse problema pode ser superado mantendo o polegar em outro botão localizado diretamente acima da linha de liberação (conhecida como alavanca anti-reverso).

Se você está procurando uma maneira mais fácil de armazenar e transportar suas varas de pesca, os molinetes ou molinetes podem ser adequados para você. Os carretéis giratórios são geralmente mais leves que os baitcasters porque não possuem mecanismos complicados embutidos para que possam caber facilmente em pequenos espaços.

Os carretéis de spincasting, por outro lado, são muito mais fáceis de usar porque você não precisa se preocupar com a linha girando fora de controle durante o lançamento ou durante um cabo de guerra com sua captura, pois eles são configurados para carretel livre, o que faz com que o linha para sair diretamente da haste central. As bobinas de arremesso são mais complicadas de usar do que as bobinas giratórias e giratórias, mas geralmente permitem que você lance mais longe e enrole mais rápido.

Noções básicas de bobina

em um peixe pode parecer simples, mas existem muitos tipos de carretilhas de pesca, cada uma com suas características e melhores aplicações. A maioria dos pescadores concorda que você não pode errar com nenhum carretel de pesca em particular, já que todos fazem a mesma coisa – reposicionar a linha no carretel para fácil recuperação. No entanto, decidir qual é o certo para o seu tipo de pesca irá ajudá-lo a obter mais peixes em menos tempo. Diferentes tipos de bobinas incluem bobinas de spincast, spinning e baitcasting.

Spincasting

Carretel Spincast ZEBCO BULLET

Um carretel de spincasting é um carretel de pesca que usa força centrífuga e tensão da linha para girar a alça, bem como um carretel anexado. O termo “spincast” refere-se a como este tipo de vara de pesca é usado, em vez do próprio mecanismo. Spincasters normalmente usam linhas que variam de 1-10 libras, com alguns capazes de lançar uma linha de até 20 libras. Enquanto alguns consideram as varas de spincasting como equipamentos para iniciantes porque são fáceis de usar e exigem pouca prática, essas bobinas têm menos peças do que outros tipos de bobinas giratórias.

Eles também não têm braço de fiança ou vento nivelado, de modo que não podem controlar a linha ou a tensão durante a recuperação. Por isso, os molinetes de spincasting são ideais para pescadores iniciantes que querem começar a pescar robalo sem gastar muito dinheiro em equipamentos. No entanto, esse tipo de carretilha não é recomendado para pesca em competições de alto nível, pois pode prejudicar o desempenho ao mirar em peixes maiores ou mais agressivos. Também não é a melhor escolha se você planeja usar isca viva.

Fiação

Um carretel giratório é um tipo de carretel de pesca montado na lateral da vara e não acima. Um carretel giratório consiste em um carretel, estrutura e alças presas por rebites ou parafusos. O carretel gira livremente em um pino entre duas placas estacionárias. Seu design permite hastes relativamente longas e finas e pode lançar pesos leves com muita eficiência. As bobinas giratórias normalmente são capazes de suportar de 200 a 500 jardas de linhas de monofilamento de teste de 12 a 30 libras, mas foram construídas que podem lidar com até 975 jardas de suporte girado em gel de 30 libras com monofilamentos de teste de 60 libras para alcance ultralongo.

Baitcasting

Como lançar um Baitcaster

Um carretel de lançamento de isca é um tipo de carretel de pesca que usa força centrífuga e uma vara dobrada para lançar iscas artificiais. É muito semelhante em design ao carretel giratório, exceto que tem um diâmetro de carretel muito menor. Eles são normalmente usados ​​para a pesca do robalo, mas foram adaptados para uso por surf casters, pescadores de águas salgadas e outros. Este tipo de carretel usa varas de cerca de 6'4 a 9 pés de comprimento, com varas mais curtas sendo mais populares para este estilo de pesca devido à sua facilidade de precisão de lançamento e sua capacidade de fazer lançamentos finos em altas velocidades.

As hastes usadas em carretéis de lançamento de isca são normalmente feitas de compósitos de grafite ou fibra de vidro, que têm maior resistência enquanto permanecem relativamente leves. As bobinas de arremesso normalmente têm uma relação de transmissão entre 5:1 e 8:1, têm a capacidade de lidar com linhas de 10 a 20 libras e podem suportar até 200 jardas de linha de monofilamento de teste de 20 a 50 libras. A marcha baixa reduz a folga, mas torna mais difícil dar partida em um peixe lutando em alta velocidade.

Conclusão

Todos os três tipos de carretilhas de pesca têm a mesma função, mas suas diferenças em design e capacidade os tornam adequados para diferentes tipos de pesca. Os iniciantes podem achar os molinetes fáceis de usar, pois não são complicados pelo vento nivelado de um carretel de arremesso de isca ou pela falta de um carretel de giro. No entanto, existem alguns benefícios em ter esses recursos, dependendo de sua habilidade e preferência.

Os molinetes de fiação e arremesso de isca oferecem mais controle sobre a tensão da linha ao lutar com peixes grandes. Os carretéis de arremesso também oferecem aos pescadores uma melhor alavancagem ao enrolar em alta velocidade para evitar a folga do diâmetro estreito do carretel. Independentemente do tipo que você escolher, lembre-se sempre de que a prática leva à perfeição!