Tamanho do gancho para guia de baixo - maximize sua captura

Como um pescador experiente, compartilhei incontáveis ​​amanheceres e entardeceres com nossos amigos guelras. Eu senti a alegria do robalo mordendo a isca e o desafio de puxá-lo. Mas toda história de pesca começa com o mesmo humilde herói – o anzol. Hoje, vamos nos aprofundar no mundo dessas úteis ferramentas de pesca, especificamente os melhores tamanhos para bass. Este guia visa servir como um recurso abrangente para aqueles que estão começando sua jornada de pesca do robalo ou para aqueles que procuram refinar sua técnica.

Uma breve visão geral

O tamanho de um anzol é um dos fatores essenciais a considerar ao pescar robalo. O tamanho pode influenciar significativamente o seu sucesso na água.

Guia de tamanhos

Pode parecer contra-intuitivo, mas os tamanhos são descritos por números. A regra é quanto maior o número, menor o gancho. Por exemplo, um tamanho 1 é maior que um tamanho 8. Para complicar ainda mais as coisas, quando você atinge o tamanho 1, a escala muda para frações (1/0, 2/0 e assim por diante) – quanto maior a fração, maior isso é.

Isso pode parecer confuso, mas há uma lógica nisso. É essencial entender esse sistema de dimensionamento para escolher o gancho certo para o baixo que você deseja.

Tamanho Melhor para…
Tamanho 1 a 1/0 baixo pequeno
Tamanho 2/0 a 4/0 baixo médio
Tamanho 5/0 a 7/0 baixo grande

Considerações para tamanho

O tamanho escolhido deve corresponder ao tamanho da sua isca e ao robalo que você deseja. Ganchos maiores são perfeitos para grandes iscas e bass, enquanto os menores funcionam bem para iscas e peixes menores.

Compreender os diferentes aspectos que determinam o tamanho o ajudará a tomar uma decisão mais informada, garantindo que sua experiência de pesca do robalo seja agradável e bem-sucedida.

Tipos de ganchos para baixo

Existe uma grande variedade de tipos de anzol, cada um adaptado a um cenário diferente de pesca do robalo. Ter o tipo certo pode mudar o jogo.

J-Hooks

Estes são os tipos mais tradicionais. Nomeados por sua forma, eles são versáteis e perfeitos para uma variedade de tipos de iscas.

Eles são adequados para iscas vivas e artificiais. Mas seja cauteloso com o seu gancho - um conjunto muito agressivo pode fazer com que o baixo fique viciado.

Tipo de círculo

Ganchos circulares têm um design único, com a ponta virada perpendicularmente à haste. Esse design ajuda a evitar que o peixe fisgue o peixe, tornando-o uma escolha mais sustentável para a pesca do tipo pesque-e-solte.

Lembre-se, com estes, não empurre para definir o gancho. Em vez disso, permita que o robalo nade para longe, o que colocará o anzol no canto da boca.

A escolha certa para a isca certa

Para iscas vivas

Escolher o anzol certo não é apenas sobre o tamanho, mas também o estilo que funciona melhor com a isca escolhida.

Para iscas vivas

Para iscas vivas, anzóis circulares e em J são escolhas populares. Os tamanhos de 1 a 1/0 geralmente são ótimos para pequenas iscas vivas, como minhocas ou peixinhos.

Lembre-se, ao pescar com iscas vivas, a chave é manter a isca viva e se movendo naturalmente. Assim, a colocação é crucial.

Para Iscas Artificiais

Com iscas artificiais, como minhocas de plástico, iscas de tubo ou larvas, um anzol largo (tamanhos 2/0 a 4/0) é comumente usado para permitir mais sucesso.

A isca artificial requer mais técnica na apresentação da isca e na fixação do anzol, então continue praticando para descobrir o que funciona melhor.

Material e durabilidade

ganchos para pesca do robalo

A durabilidade é um fator importante ao selecionar anzóis para a pesca do robalo. Você quer aquele que resistirá à luta de um baixo mal-humorado.

Material

A maioria dos ganchos é feita de aço, mas a qualidade pode variar. Os mais sofisticados podem ser fabricados em aço de alto carbono para maior resistência e resistência à ferrugem.

Existem também diferentes revestimentos disponíveis, como Teflon ou cromo, para aumentar a longevidade e nitidez.

Afiação

Um gancho afiado é a chave para garantir conexões bem-sucedidas. Um maçante não penetrará na boca do baixo, resultando em capturas perdidas.

Independentemente do material, verifique e afie rotineiramente seus ganchos. Alguns pescadores preferem substituí-los regularmente para garantir que estão sempre pescando com as ferramentas mais afiadas.

Cor

 

Cor do anzol da pesca do robalo

A cor do anzol costuma ser um aspecto negligenciado na pesca do robalo. Enquanto alguns pescadores preferem os tradicionais de bronze ou prata, outros preferem anzóis coloridos.

Tradicionais vs Coloridos

Cores tradicionais como bronze, prata ou níquel preto combinam bem com a maioria dos ambientes. Eles fornecem uma apresentação sutil que não assusta os graves cautelosos.

Os anzóis coloridos, por outro lado, podem atuar como atrativos adicionais, simulando as cores das presas ou adicionando um tom contrastante que pode desencadear golpes de basses curiosos.

Selecionando cores

Ao seleccionar ganchos coloridos, leve em consideração a cor da sua isca e a claridade da água. Em águas claras, combine a cor da sua isca para criar um perfil perfeito. Em águas turvas, o contraste pode ser a chave para ser notado.

Lembre-se, embora a cor possa fazer a diferença, está longe de ser o aspecto mais crítico da sua seleção.

Anatomia

arte de selecionar o gancho de baixo certo

Para dominar a arte de selecionar o gancho de baixo certo, é essencial entender as diferentes partes deles e suas funções.

Um gancho consiste em várias partes, cada uma servindo a um propósito único. A ponta e a farpa são o que penetram na boca do peixe. A haste conecta a ponta ao olho, que é o laço na ponta do anzol onde a linha de pesca é amarrada.

A curvatura do anzol influencia a profundidade de penetração da ponta e a segurança do peixe. A folga (distância entre a haste e a ponta) determina o tamanho da boca do peixe que ela pode pegar.

Variações em Anatomia

Diferentes estilos de gancho têm diferentes variações anatômicas. Por exemplo, uma folga larga tem um espaço maior entre a haste e a ponta, tornando-a adequada para iscas e peixes maiores.

Entender como cada parte funciona ajudará você a tomar decisões mais bem informadas ao fazer uma seleção para a pesca do robalo.

Etiquetas

ganchos

Enquanto a pesca é um esporte de prazer pessoal, também é fundamental respeitar a natureza e os outros pescadores.

Catch and Release

Se você não planeja comer o que pescou, é melhor praticar o pesque e solte. Use anzóis que causem menos danos ao peixe, como os circulares.

Também é fundamental manusear corretamente o robalo ao retirar o anzol e soltá-lo de volta na água. Molhe as mãos primeiro para evitar a remoção da camada protetora de lodo do peixe e nunca segure um robalo verticalmente pelo lábio, pois isso pode machucar sua mandíbula.

Respeito pelos outros pescadores

Quando estiver na água, respeite as espaço de outros pescadores. Não atrapalhe a vaga de ninguém e evite cruzar a linha.

Compartilhe seus conhecimentos e experiências com outras pessoas e você descobrirá que a comunidade pesqueira é acolhedora e solidária.

Segurança

ganchos

Os ganchos são ferramentas pontiagudas e precisam ser manuseados com cuidado para evitar acidentes.

Manipulação

Esteja sempre ciente de onde estão seus ganchos, tanto ao lançar quanto ao armazenando seu equipamento. Um gancho solto pode facilmente ficar preso em sua pele, roupas ou equipamentos.

Ao manusear um peixe, seja cauteloso. Um peixe lutando pode fazer com que um anzol fique preso em sua mão. Muitas vezes é útil levar um alicate para ajudar na remoção.

Armazenar

Quando não estiver em uso, mantenha seus ganchos armazenados em uma caixa de equipamento. Não só isso prevenir acidentes, mas também ajuda a mantê-los afiados e sem ferrugem.

Conforme você aprende sobre o tamanho do anzol para bass e como ele pode maximizar sua captura, é essencial entender as diferenças entre baitcast, spincast e spinning reels – noções básicas de carretilhas de pesca.

Palavras finais

Para finalizar, lembre-se que a pesca do robalo, como qualquer outro esporte, requer prática e paciência. Compreender os anzóis e escolher o certo para o seu cenário específico é um passo significativo para se tornar um pescador de robalo de sucesso.

Artigos Relacionados