Você pode usar um caiaque oceânico em um rio? – Largura e estabilidade do caiaque

Raramente um item ou mercadoria é tão versátil que não importa onde você o está usando. Mesmo com veículos modernos, pode ser problemático conduzi-los em determinados terrenos e em situações específicas de alta demanda.

Existem muitos outros exemplos disso no mundo, tanto com coisas menores quanto com coisas maiores e caras.

O ambiente e a singularidade do lugar ditam o tipo de coisa que você precisa e não há muito espaço de manobra para mudá-lo.

Com os caiaques, a situação parece ser a mesma, mas apenas à primeira vista. Há muitos tipos de caiaques no mercado, projetados, fabricados e vendidos para usos específicos. Alguns são destinados à pesca, outros são para recreação.

Depois, há o tamanho como fator determinante, pois existem modelos que variam de 8 a mais de 14 pés de comprimento.

O tipo e as características também são importantes, pois nem todos os caiaques são igualmente largos, estáveis ​​ou com o mesmo tipo de cockpit.

Embora todas essas sejam diferenças significativas, há outra, a distinção mais básica entre caiaques e lida com o corpo de água para o qual eles se destinam.

Sugere que existem diferenças suficientes entre lagos, rios e oceanos (mar) que justificam a criação de embarcações a remo separadas.

Isso é verdade e você pode usar um caiaque oceânico em um rio? Em caso afirmativo, por que existem duas opções de qualquer maneira? Se não, por que não?

Leia mais para descobrir.

O que é um caiaque oceânico?

caiaque oceânico

Ocean, ou caiaques de mar, são barcos a remo desenvolvidos especificamente para uso em água salgada e projetados para atravessar as águas abertas.

Como tal, eles são construídos para navegação e longos trechos de remo reto, sem necessidade de curvas fechadas.

Eles são feitos para canoístas que preferem o mar aberto e passam o tempo no mar, bem como ao longo da costa.

Caiaque no oceano requer mais força e resistência por causa dos fortes ventos e fortes correntes que são uma ocasião regular.

Por causa disso, há necessidade de mais remo e, portanto, os caiaques são feitos para contrariar isso e serem o mais fáceis de manobrar possível.

Isso é feito tornando-os longos e estreitos, com a proa e a popa sendo pontiagudas.

Um design tão esguio e afiado faz com que ele vá mais rápido e suave pelas ondas. Os caiaques oceânicos são muito mais longos que os caiaques fluviais e mais estreitos.

Eles têm pelo menos 12 pés de comprimento e tendem a ter cerca de 14 pés no máximo. É claro que existem aqueles que são ainda mais longos, mas isso geralmente significa um pouco mais de largura para armazenamento extra ou um remador adicional dentro.

O que é um caiaque de rio?

Do outro lado do espectro estão os caiaques fluviais, projetados para navegar em todos os tipos de rios, desde os largos e longos até os estreitos e curtos com muitas curvas.

No entanto, essas embarcações não são realmente chamadas de caiaques fluviais. Na verdade, não existe um tipo específico de caiaque destinado a rios, apenas para água doce.

Os rios, é claro, se qualificam, e é por isso que costumam ser chamados de caiaques fluviais, mas também caiaques lacustres.

Essas embarcações são menores que os caiaques oceânicos em todos os sentidos porque, obviamente, os rios são muito diferentes e menores que os oceanos.

Eles são mais lentos, mais curtos e mais ágeis, o que é necessário para curvas mais fechadas e retornos mais rápidos.

No entanto, nem todos os caiaques fluviais também são adequados para corredeiras ou corredeiras. Para isso, você precisa de um caiaque ainda mais curto.

Os caiaques padrão de água doce são destinados à recreação, relaxamento, pescae exploração, o que significa que eles atingem um bom equilíbrio entre recursos e desempenho de fácil utilização.

Os caiaques fluviais têm de 8 a 12 metros de comprimento, com a maioria deles entre 9 e 11 pés para rios padrão e cerca de 8 pés para corredeiras de corredeiras.

Todos eles têm proas e popas mais arredondadas, oferecendo mais estabilidade do que os caiaques oceânicos, necessários devido às curvas.

Alguns caiaques de água doce também permitem ficar de pé, crucial para a pesca, que são chamados de caiaques sit-on-top em oposição aos sit-inside.

Então você pode fazer isso?

realmente não pode usar um caiaque no mar no rio

Para responder à pergunta titular, não, você realmente não pode usar um caiaque no rio.

Tecnicamente e fisicamente você pode, mas será uma luta. É muito mais fácil e sensato fazer o contrário e usar um caiaque de rio no oceano.

Menos coisas podem dar errado e não há tantos problemas em fazer isso nessa direção.

Os caiaques oceano/mar são muito estreitos e longos para muitos ambientes de água doce, até mesmo alguns lagos.

Eles são instáveis ​​e difíceis de controlar e, como o rio está fluindo, você precisa de mais controle para não girar, virar ou cair na praia.

Remar com pouco esforço é para isso que eles são feitos, mas apenas no oceano.

Em um rio que corre, há mais remadas a serem feitas em média e muito mais remadas por minuto.

A razão óbvia pela qual um caiaque oceânico não é adequado para rios é o fato de não haver espaço suficiente para fazer ou mesmo tentar curvas e manobras seguras.

Girar a 180 graus leva muito tempo. Imagine tentar fazer uma inversão de marcha em um caminhão de 18 rodas em uma rua muito longa, mas estreita, com várias curvas. É um pesadelo.

Em um estacionamento aberto ou em um canteiro de obras, é fácil, porque você apenas vira ligeiramente e espera que a curva final seja concluída. A premissa é muito parecida com o uso de caiaques oceânicos longos e estreitos em rios.

Se você planeja fazer a maior parte do seu caiaque no mar e se mora perto do mar, é óbvio comprar uma embarcação de água salgada estreita e longa.

Por outro lado, se você estiver sem litoral e cercado por lagos e rios, escolha um caiaque mais curto e ágil que lhe permita manobrar e fazer curvas mais fechadas.

Canoístas apaixonados que amam tudo e querem diversidade devem realmente investir em um caiaque de rio mais longo e mais capaz, já que ele também pode ir para o oceano.

1